ESCOLA CLASSE CRIXÁ

Para esta escola, foi proposto a abordagem do pátio como um espaço multiplicador de possibilidades, em várias configurações entremeando os edifícios. Para articular todas estas micro zonas, uma alameda arborizada se desenvolve como um eixo que organiza não apenas a interligação dos pátios, mas o próprio partido arquitetônico. A quadra poliesportiva ocupa posição central, voltada para a via arterial como um equipamento de uso compartilhado entre a escola e a comunidade, apto a ativar o espaço esportivo como lugar de interações sociais no bairro. A materialidade busca a vedação em tijolo aparente, que evoca significados intrínsecos a ele, como a solidez, o acolhimento táctil e visual, o caráter tectônico na expressão construtiva.

• concurso nacional de arquitetura. 3º colocado entre 64 propostas.
 
Equipe Alessandro Yamada, Danilo Akio, Edoardo Quatrucci, Lucas Bochnie, Nicolas Marques, Yuri Vasconcelos
Ilustrações Danilo Akio
4.900 m2
 
2018 . sol nascente . df . br