CAU Tocantins

Equipe Alessandro Yamada, Alexandre Lima, Danilo Akio, Erik Kusakariba, Heinrich Froese, Nicolas Marques, Lucas Bochnie
450 m2
2018 . palmas . tocantins

A proposta para o concurso edifício sede CAU/TO procura estabelecer a conexão entre arquitetos e o mundo através da experiência estimulada pelos sentidos. A construção se divide em dois blocos, separados por um pátio interno que protagoniza funções sensoriais e bioclimática. Também representa um espaço que expande os ambientes adjacentes para uso e ocupação. Este vazio, como um campo de múltipla interação, conecta todo o edifício, propiciando permanente experiência sensorial a partir dos ambientes perimetrais. O térreo é marcado pela sociabilidade e fluidez, onde o diálogo com a comunidade é intensificado através de vedações flexíveis que, quando necessário, se abrem por completo para a rua e para os espaços internos. Este mecanismo confere uma dualidade intencional do caráter arquitetônico: fechado ou aberto. Sólido ou diáfono. O edifício carrega a possibilidade de trazer a rua para dentro de si. Quando os painéis estão fechados, no térreo, o edifício se assenta sobre um embasamento texturizado uniforme, em ripas de madeira vazada. A narrativa que o trajeto em direção ao interior da construção pretende revelar é a surpresa na percepção do vazio no coração do edifício, cheio de luz natural difusa e vento a alimentar o prédio.

O 2º andar se dedica a qualificação espacial para os profissionais de maior permanência. Os blocos se afastam, gerando o alargamento do vazio do pátio e sombreamento no térreo devido aos balanços produzidos. Assim, tanto o corporativo quanto a presidência se beneficiam de varandas ajardinadas na área de conjução com o pátio, que é sempre visível em todas as áreas sociais do CAU.  

clique na imagem
.                                                                       © 2016 YVA ARQUITETURA                                                                            .