Casa Sputnik. 

Equipe Yuri Vasconcelos, Alexandre Lima, Nicolas Marques, Lucas Bochnie.
190 m2
2017 . curitiba . paraná

Concreto aparente. Bruto, honesto. O negativo daquilo que o formou, então a materialização de espaços intersticiais. Registro da transformação. O envelhecimento registrando o longo tempo. A luz registrando curtos dias. Janelas subvertidas para destacar esta 4a dimensão em arquitetura. Tempo, tempo e tempo.

Para o arquiteto português Eduardo Souto de Moura, projetar uma janela se constitui uma aflição, porque "nas produções atuais faltam uma perspectiva de profundidade". Em uma casa onde existem muitas janelas para se ver, contemplar e descobrir detalhes diferentes da vida cotidiana que se passam lá fora, parece coerente que esta casa receba o nome da mais fantástica janela inventada pelo homem. Aquela que criou para ver a si mesmo, de mais longe. Sputnik. 

clique na imagem
.                                                                       © 2016 YVA ARQUITETURA                                                                            .